quinta-feira, dezembro 17, 2009

Confecom aprova proposta de diploma de jornalismo


:: Boletim - Diploma de Jornalismo ::


Os delegados da Conferência Nacional de Comunicação (Confecom), formada pela sociedade civil, empresarial e pelo poder público, aprovaram, em plenária final, a exigência de graduação específica e regulamentação da profissão de jornalista. A proposta, que seguirá para o Congresso, foi apresentada nesta quarta-feira (16/12).
O resultado foi comemorado pela maioria dos delegados, que aclamaram a decisão e repetiam frases a favor do diploma, obrigatoriedade derrubada em junho deste ano pelo Supremo Tribunal Federal (STF). Além dessa proposta, em uma outra sugestão, a Confecom exige a regulamentação de outras profissões, como a de radialista e outros profissionais de mídia.
Os delegados também aprovaram a criação do Conselho Nacional de Comunicação, com representantes dos setores civil, empresarial e público. Entre outras ideias, a Conferência destacou pontos como mais rigor nas concessões, estímulo às mídias livres, inclusão digital, rádios comunitárias, melhor distribuição das verbas publicitárias públicas, entre outros.
Ate amanhã, todas as propostas aprovadas estarão definidas para avaliação do Congresso Nacional, outras seguem diretamente para o Executivo.


Fenaj acusa imprensa de manter “pacto de silêncio”

sobre a Confecom


“Não consigo ver se é falta de inteligência para ver a importância da Conferência ou se é mesmo a intenção de sabotar o processo”
(Celso Schröder - sobre as entidades patronais que estão fora do evento)

O 1º vice-presidente da Federação Nacional dos Jornalistas (Fenaj) Celso Schröder, (foto abaixo) afirmou que a imprensa nacional ignora a 1ª Conferência Nacional de Comunicação (Confecom), que acontece até amanhã (17/12) em Brasília.“A imprensa se comporta como sempre se comportou, com um manto de invisibilidade, um pacto de silêncio. A comunicação é o tema menos discutido no Brasil. Isso é um paradoxo”, criticou o jornalista, que também é membro da Comissão Organizadora da Conferência.

Para Schröder, o pouco espaço para o tema se deve ao receio que a imprensa e as empresas de comunicação têm da regulamentação. “Eles ainda têm um pacto mais perverso, porque confundem e acreditam que a regulação limita a liberdade de expressão. Mas a liberdade de expressão não é um patrimônio dos jornalistas ou dos veículos de comunicação”, declarou.
Para cobrir a abertura do evento pelo presidente Luiz Inácio Lula da Silva, se credenciaram mais de 300 jornalistas, mas atualmente o número não é o mesmo. A TV Bandeirantes e a Rede TV!, que são representadas pela Associação Brasileira de Radiodifusores (Abra), fazem cobertura do evento. A Folha de S. Paulo e O Estado de S. Paulo também abordam o tema. O restante da cobertura acontece por veículos de menor abrangência nacional. A Empresa Brasileira de Comunicação (EBC) também cobre a Confecom, com transmissões pela TV Brasil e NBR.
No dia 13/08, entidades patronais que representam veículos de comunicação, se retiraram do debate. A discussão foi deixada pela Associação Brasileira de Emissoras de Rádio e Televisão (Abert), Associação Brasileira de Internet (Abranet), Associação Brasileira de TVs por Assinatura (ABTA), Associação Nacional dos Editores de Revistas (Aner), Associação dos Jornais do Interior (Adjori) e Associação Nacional dos Jornais (ANJ), por discordarem de alguns pontos de regulamentação.

Fonte: Comunique-se


:::::


sexta-feira, dezembro 11, 2009

Lino Krizz com novo disco na pista!!

:: Dica de Música::

Gênero: Hip Hop

Lino Krizz (Real Família) lança novo disco intitulado “Divisor Of Waters – DUBS ONE”. Fala da carreira de mais de 20 anos com as mais variadas influências entre Música, Cinema, Teatro e Jesus Cristo.


TODA VARIEDADE ARTÍSTICA NO DISCO QUE É UM

“DIVISOR DE ÁGUAS”

Por Monique Barcellos

“História memorável foi quando cantei junto com Jorge Ben Jor.(…) Expliquei a verdadeira história da Bossa Nova para o Doug Wimbish (Living Color)”
– Lino Krizz –

Parte integrante da Real Família (The XXL Company), compositor de mais de 300 músicas e cantor profissional desde os 13 anos de idade. Mais impressionante do que talento precoce e a voz grave marcante, é a versatilidade artística de Cristiano Natalino, mais conhecido como Lino Krizz.
E bota versatilidade nisso! Além da música, onde passeia entre os estilos, das baladas de amor ao Rap pesado e como ele próprio define, “com pegada forte”, Lino Krizz ainda consegue fazer aulas de interpretação para TV, Cinema e Teatro, e esteve em cartaz no musical “Tango Mulher”, como Ator e Diretor Musical.
Lino Krizz se converteu ao Evangelho há pelo menos 9 anos. Ele conta como esse fato determinante em sua vida se refletiu nas composições. Com forte influência de Soul, Bossa Nova, Funk dos anos 70 e Samba-rock, Lino Krizz é uma mistura sofisticada e brasileira.
Atualmente lançou o primeiro álbum solo, de uma trilogia, intitulado “Divisor Of Waters – DUBS ONE”, onde os títulos estão voltados aos milagres da Bíblia.
Confira a entrevista com o Lino Krizz ator e músico, um dos grandes articuladores do Hip Hop, onde relembra desde o início da carreira ainda criança, até os dias de hoje, com disco novo e adianta a agenda de shows. Sempre cercado de fé, talento e amor pela música de qualidade.

Confira a entrevista Exclusiva - The XXL Company (Blog)


Fonte: The XXL Company

quarta-feira, dezembro 09, 2009

Jeff Gardner Trio com convidado especial: Teo Lima - Sáb 12 de Dezembro no TRIBOZ

:: Dica de Show::


Olá amigos e blogueiros!! Essa tá imperdível!


PELA PRIMEIRA VEZ AO VIVO

O pianista Jeff Gardner recebe Teo Lima,
baterista e Diretor Musical da banda de Ivan Lins,
com quem tem 15 CD's gravados,
tem 8 CD's com Djavan e é líder da banda Batacoto.

JEFF GARDNER TRIO COM CONVIDADO ESPECIAL TEO LIMA
SÁBADO, DIA 12 DE DEZEMBRO
ÀS 21 HORAS
NO TRIBOZ
RUA CONDE LAGES, 19 GLÓRIA - LAPA / RJ
RESERVAS: 021-2210-0366



JEFF GARDNER - PIANO
ADRIAN BARBET - BAIXO
TEO LIMA - BATERIA





Assista Jeff Gardner no Programa Radar com uma música do CD "Abraços" (2008):






:::::

sexta-feira, dezembro 04, 2009

Pedro Kemp defende exigência do diploma em sessão comemorativa


Fonte: Imprensa em Notícias

O deputado estadual Pedro Kemp (PT) defendeu a exigência da formação superior específica para o exercício do jornalismo no seu discurso proferido durante a sessão solene em celebração dos 20 anos de criação do curso de Jornalismo da UFMS, ocorrida no último dia 25, na Assembléia Legislativa.
Segundo o parlamentar, o diploma não fere a liberdade de expressão, pois ele é necessário para comprovar a habilitação de profissionais que vão trabalhar a informação sob os prismas da ética, da verdade e da cidadania, dando voz a todos os segmentos, e não apenas àqueles que estão ligados aos interesses econômicos.



Pedro Kemp (foto) reiterou sua torcida pela aprovação da PEC do Senado na CCJ da casa e da Câmara Federal, que agora deve ir para uma Comissão Especial e depois para o plenário.
O deputado ainda mencionou a importância da Conferência Nacional de Comunicação como instrumento de amplo debate e implantação de políticas públicas que visem a democratização da comunicação no país. Também em discurso, o presidente do Sindjor-MS, Clayton Sales, reafirmou sua confiança na aprovação das PEC’s e na volta do diploma, e lembrou que não se trata apenas de uma demanda corporativa da classe jornalística, mas comprovadamente de uma exigência do povo brasileiro e da sociedade civil organizada, manifestada em diversas notas de repúdio à decisão do STF.

:::::

Pois é, amigos e leitores. Mais uma força política a favor da classe jornalística. Vamos registrar esses nomes e seguir na luta..